» Desfile Ghetz


30 jan2011

Desfile Ghetz

A marca de tricôs do interior de São Paulo que agora se uniu ao talentoso estilista Lucas Nascimento (que apresentou a coleção de sua marca no Fashion Rio e ganhou muitos elogios da crítica e do público. Eu particularmente amei! Se você ainda não viu, essa é a hora de ler o post sobre o desfile dele. Acesse Desfile Lucas Nascimento) apresentou uma coleção bonita, mas que não atingiu às expectativas da crítica especializada.

Talvez porque em seu desfile Lucas mostrou sua criatividade e talento para apresentação de desfiles conceituais e no desfile da Ghetz o foco foi mais comercial.
De qualquer forma, eu gostei do que foi apresentado. Acho que esses desfiles com foco comercial (obviamente quando não são aqueles exageradamente comerciais, que só falta ter a etiqueta de preço pendurada) são válidos. Acho que eles aproximam a marca do público e quando uma marca começa a sua jornada nas passarelas, ela precisa criar essa ligação com o público.
É difícil para uma pessoa que não seja do universo da moda entender o que o estilista ou a marca quis dizer por trás daquele desfile muitas vezes considerado louco ou sem sentido. Sendo assim, ela acaba por criar uma imagem ruim na cabeça do consumidor que passará a não se importar com o trabalho apresentado por essa marca, porém, essa é uma opinião minha. E você, o que pensa a respeito? Dê sua opinião aqui nos comentários do blog!!
Para mim, Lucas perdeu a mão somente na hora de focar o público do desfile. Se o foco da coleção é o comercial, ele precisa ter seu público muito bem definido e muito bem explicado na passarela.
Desfilar uma coleção comercial sem saber com quem se está falando acaba deixando a coleção no vazio.
Agora voltando a falar da coleção (que teve como inspiração o escultor inglês Bruce Ingram) as peças apresentasas nos mostraram o potencial do maquinário da marca.
Casaquetos em formato de boleros, Calças e Bermudas pantalonas, com um ar anos 70, Calças muito secas e ajustadas ao corpo, Casacos arredondados com plissados, Vestidos curtinhos e o retorno da gola rolê há muito esquecida pelas mulheres, mas muito importante para aquecer nossos pescoçinhos no Inverno, foram algumas das peças apresentadas.
As cinturas marcadas também fizeram parte do desfile. Isso nos indica que essa é uma tendência que promete permanecer no universo feminino por um bom tempo, já que praticamente todos os desfiles da temporada Ountono/Inverno apresentados até o momento tinham peças acinturadas.
Cores: Vermelho, Preto, Vinho, Branco, Azul e Laranja.

Imagens Daigo Oliva para www.g1.globo.com

Será que esse pode?

Deixe um comentário